sábado, 28 de janeiro de 2012

O redshift e a lei de hubble

Em 1914 ao medir o espectro( intensidade da radiação transmitida ) de varias galaxias espirais  o astrônomo Slipher chegou a conclusao que 90% delas apresentavam o espectro deslocado para o vermelho, ou seja , essas galaxias estavam se afastando de nos.


Quando uma galaxia ou objeto esta se aproximando de nós a onda emitida tem a frequência de cor azul e quanto mais se aproxima de nos mais a onda vai se comprimindo e  quando esta se afastando a frequência é vermelha e o comprimento da onda é maior; dessa forma que os astrônomos da época conseguiram provar que o universo estava em expansão gracas ao redshift( desvio para o vermelho ).

A terra , o sistema solar, e a Via-Láctea não estão expandindo. Estes objetos foram formados sob a influência da gravidade. A gravidade prende também as galáxias junto em grupos e em aglomerados. Por isso é apenas estudado o desvio do vermelho de outras galaxias e objetos.

Ficheiro:Gravitational red-shifting.png

Gracas ao redshift utilizado por Edwin Hubble que podemos estimar a velocidade e distancia que os objetos no universo se afastam de nos.

A LEI DE HUBBLE

''TODOS OS OBJETOS ESTÃO SE AFASTANDO DE NOS E A SUA VELOCIDADE É PROPORCIONAL A SUA DISTANCIA''

Essa lei explica que quanto maior a distancia do objeto maior a sua velocidade ou seja as duas são proporcionais e elas aumentam juntas.Mas gracas a interação gravitacional , essa lei só se aplica a galaxias distantes pois as galaxias próximas possuem movimentos peculiares.




Um comentário:

João Carlos disse...

Muito bem estruturado o texto.
Parabéns pela postagem.