terça-feira, 29 de maio de 2012

A privatização do espaço: bom ou ruim?


Quando as pessoas ouvem dizer de privatização do espaço logo pensam na foto aqui do lado, mas hoje vamos ver que não é bem assim como uns acham.

Até o fim da guerra fria quando se falava de espaço as primeiras “marcas” que vinham à cabeça eram NASA e a Agência Espacial Soviética (mais tarde veio se tornar a Agência Espacial Russa) e a partir da década de 1990 com o fim da União Soviética se popularizaram outras agências, como a européia, a canadense e a mais recentemente a chinesa, porém todas essas são empresas governamentais ou estatais de países considerados desenvolvidos, nenhuma delas tem dono ou é privada, criando assim um “monopólio” dos governos desses países citados, o que para alguns acabou protegendo o espaço e a orbita da terra de efeitos capitalistas, como anúncios ou coisas do gênero, entretanto países que não tem suporte ou dinheiro para constituírem uma agência espacial própria até então teriam que depender da boa vontade da NASA entre outras para poderem fazer pesquisas, lançar satélites entre outras missões além de que por não haver concorrência nos serviços espaciais os preços acabavam se tornando elevadíssimos, então no fim dos anos 90 com o arrefecimento do interesse político e de marketing para governos em relação a missões espaciais começou uma grande preocupação com relação aos custos de se alcançar o espaço, e assim começou a popularizar-se a ideia de empresas privadas que com fins lucrativos buscassem formas mais econômicas para sair da Terra, para que desta forma o orçamento de empresas como a NASA ficasse mais enxuto em época de crises financeiras.


Com a abertura desse novo mercado logo surgiram empresas para tentar sanar essa demanda das agências. E então surge a indústria aeroespacial privada e são criadas marcas como a Space X, Virquin Galatic e Orbital Sciences Corporation, que trabalhando para governos fazem grandes projetos que nós estamos começando a ver recentemente (como o lançamento e acoplagem da primeira nave privada na ISS).

Nos próximos artigos estarei falando um pouco sobre a história dessas empresas e o que elas têm feito para baratear as formas de ir para o infinito e além!




A privatização do espaço, para mim, não é esse bicho de sete cabeças como dizem, mas e vocês o que acham? postem nos comentários suas opiniões!

2 comentários:

Linkicha - O agregador bicha disse...

Acho que o espaço já tem dono e não é de hoje...


Linkicha - Agregando ótimos links: www.linkicha.com.br

Anônimo disse...

pois é....isso me lembra o filme do Alien
Empresa acha algo "interessante" no espaço e sobra para quem!?!?!?!